VIVER


Um raio de sol
Uma gota de água
Um arco-íris bebé

Um beijo desenhado no espelho
Um sorriso roubado ao anjo
Uma mão aberta à sorte

Vejo a janela e estico o olhar
As árvores mexem com o vento
Dão vida à paisagem
Dão alento ao meu coração

Sinto uma paz que me invade
Dá-me prazer estar viva

5 comentários:

ana disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro disse...

Não tenho grande veia poética, sou mais da prosa, e não literária, mas acho que tens jeito para jogar com as palavras, com ou sem rima, e consegues exprimir a alegria que sentes. Que bom poderes fazê-lo. Beijo!

Pedro disse...

Não tenho grande veia poética, sou mais da prosa, e não literária, mas acho que tens jeito para jogar com as palavras, com ou sem rima, e consegues exprimir a alegria que sentes. Que bom poderes fazê-lo. Beijo!

Pedro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ana disse...

Eu sei que não ligas nenhuma a estas coisas, mas ainda bem que gostaste. E sim é um jogo, que me dá muito prazer! Beijo para ti.