A MAIS DITA

A areia que o vento me trouxe
não me impede de ver o mar
só torna mais salgada a vida que recordo
Doem-me os olhos de a areia querer entrar
Dói-me a saudade de não ter querido

4 comentários:

anderson disse...

É bem bonito mas são sentimentos "banais"
Mas td que envolve analogias a elementos naturais fica mais bonito, mas parece incompleto
Não o acho no todo incompleto
Só na ultima frase
Mas essa é justamente a tua caracteristica e isso tb é positivo
E acho que é isso que da sentido ao nome do blog
"parece"
Ou seja
Qual será o real significado do que está ai escrito? PARECE isso, mas tb poderia ser aquilo.

Ana disse...

O que parece também é... e às vezes não. Os sentimentos, sejam mais ou menos "banais", são o que nos move, o que dão sentido à vida.
Obrigada por comentares e por me ajudares.
Beijinho

Martins disse...

Apesar da dificuldade, temos de utilizar bem as pestanas para barrar a entrada das areias que nos atormentam a vida.

Ana disse...

Sim... pestanejar no momento certo... para não deixar entrar areia ou para piscar o olho à vida